11.03.10

bolo_tracejar by rguerreiro74

Já lá vai um ano em que iniciei este blog. Parabéns Tracejar!

Fiquem bem.

RG

Ilustração e grafismo: RG

publicado por RG às 18:09

11.02.10

Three by rguerreiro74

Ilustração de RG

publicado por RG às 06:02

13.08.09

 

sandes by rguerreiro74

Da próxima vez que for a um restaurante ou a um bar, e não queira que o empregado se vingue de si, colocando uma mosca ou outros ingredientes afins, como cuspo, bactérias, fungos na sua refeição, é aconselhável que não seja arrogante, impaciente ou mal-educado com os mesmos.

Especialmente no verão, que é uma época de maior azáfama, muito propícia a este tipo de situações.

Fiquem bem.

Ilustração de RG


25.05.09

 

 

santiago by rguerreiro74

"O Caminho de Santiago" é protagonizado pelo cantor galego Xoel López, que embarcou nesta viagem como guia e como narrador, mas também como mais um peregrino. Tendo o Codex como referência, Xoel deixa-se levar pela inspiração da tradição que as aldeias e cidades emanam para percorrer o Caminho e para compor as músicas que nos acompanham nesta viagem. Apesar de ter nascido numa localidade perto de Santiago, é a primeira vez que Xoel percorre a rota Jacobea. Tudo começou quando Xoel descobriu, por acaso, que a cidade holandesa de Haarlem esconde, debaixo dos seus canais, albergues para peregrinos semelhantes aos da Idade Média.
"O Caminho de Santiago" é a crónica do percurso de Xoel López desde Haarlem (na Holanda) até Santiago de Compostela (em Espanha), no qual palmilha mais de dois mil quilómetros, passando por aldeias, cidades e paisagens europeias. O nosso protagonista não explorou só os lugares, mas também as gentes e as suas tradições e foi-se deparando com referências antigas e contemporâneas que enriqueceram a sua bagagem pessoal e musical na união das suas três grandes paixões: viagens, viajantes e música.
Levando apenas um computador portátil e alguma roupa, Xoel vai encontrar todo o tipo de dificuldades e companhias. E seu primeiro desafio prende-se com o facto de ser um menino da cidade e não ter tido muito contacto com a natureza; o segundo deve-se a ter proposto seguir as pisadas dos peregrinos medievais, sem renunciar a algumas comodidades do século XXI. Assim, pode beneficiar com a modernização dos transportes e atingir o objectivo de utilizar o maior número de meios: comboio, bicicleta, barco ou a pé.
No início da série, Xoel sai do comboio em Haarlem e dá inicio a uma aventura que vai fazer com que percorra a Holanda, Bélgica, França e Espanha.

Fonte: National Geographic Channel

Grafismo RG

publicado por RG às 01:48

08.05.09

 

d_carlos_sobreiro1 by rguerreiro74

"Sobreiro" - Óleo s/Tela, pintura de El-Rei D. Carlos I

O sobreiro (Quercus Suber), da família dos carvalhos, é das árvores florestais mais abundantes em Portugal, colocando-se em área ocupada logo a seguir ao pinheiro. O sobreiro é a única árvore produtora de cortiça da região mediterrânea. Entre as características que o distinguem dos restantes carvalhos, sobressaem:

A) O considerável desenvolvimento que pode atingir o invólucro suberoso do tronco e dos ramos;

B) A capacidade que a árvore tem de regenerar uma nova assentada geradora de cortiça quando se despojam aqueles órgãos do revestimento protector;

C) A homogeneidade e pureza do tecido suberoso e as suas notáveis propriedades físicas , mecânicas e químicas.

 

799px-Sobreiro4 by rguerreiro74

Portugal, embora sendo um país de área reduzida, produz mais cortiça que todo o resto do Mundo, isto só por si podendo explicar a razão do interesse que o sobreiro nos merece.

publicado por RG às 03:00

02.05.09

 

porco by rguerreiro74

Ai, ai ai ai, porco, não espirres!

(Ai, ai, ai, ai, cerdo, no estornudes!)

Bom Fim-de-Semana.

publicado por RG às 09:46

17.04.09

spielberg by rguerreiro74

Uma sincera homenagem que faço a um dos meus cineastas favoritos, que realizou filmes de grande sucesso de bilheteira tais como "E.T", "A Lista de Schindler", "Amistad", "Munique" entre outros.

Ilustração de RG

publicado por RG às 21:01

12.03.09

 

 

portalegre_pb by rguerreiro74portalegre by rguerreiro74

Em Portalegre, cidade

Do Alto Alentejo, cercada

De serras, ventos, penhascos, oliveiras e sobreiros

Morei numa casa velha,

À qual quis como se fora

Feita para eu Morar nela...


Cheia dos maus e bons cheiros

Das casas que têm história,

Cheia da ténue, mas viva, obsidiante memória

De antigas gentes e traças,

Cheia de sol nas vidraças

E de escuro nos recantos,

Cheia de medo e sossego,

De silêncios e de espantos,

- Quis-lhe bem como se fora

Tão feita ao gosto de outrora

Como as do meu aconchego.


Em Portalegre, cidade

Do Alto Alentejo, cercada

De montes e de oliveiras

Ao vento suão queimada

( Lá vem o vento suão!,

Que enche o sono de pavores,

Faz febre, esfarela os ossos,

E atira aos desesperados

A corda com que se enforcam

Na trave de algum desvão...)

Em Portalegre, dizia,

Cidade onde então sofria

Coisas que terei pudor

De contar seja a quem fôr,

Na tal casa tosca e bela

À qual quis como se fora

Feita para eu morar nela,

Tinha, então,

Por única diversão,

Uma pequena varanda

Diante de uma janela...

Excerto de "A Toada de Portalegre" que é um poema de José Régio, dedicado à cidade que o acolheu durante mais de 30 anos. José Régio, poeta nascido na cidade de Vila do Conde, foi para Portalegre em 1928 onde leccionou no Antigo Liceu. Aqui viveu até 1967, altura em que regressou à sua terra natal onde veio a falecer dois anos depois.

Ilustração de RG

publicado por RG às 00:50

 

obama_usa by rguerreiro74

Ilustração e Grafismo - RG

publicado por RG às 00:48

Um Blog de RG
mais sobre mim
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links
pesquisar
 
blogs SAPO