08.12.09

Cuidado, pois eles estão cada vez mais engenhosos. Saiba como.

1) Assalto com sabor a chocolate

Esta técnica é essencialmente utilizada em idosos. O carteirista lança um esguicho de leite achocolatado na direcção da cabeça e do casaco da vítima, simulando um acidente. Assim que o faz, aproxima-se do alvo, atribuindo a culpa daquela descarga a um pássaro que sobrevoa o local. Enquanto diz isto, o diligente carteirista retira lenços do seu bolso, e oferece-se para limpar a sujidade. Perante tal atitude voluntariosa, a vítima acaba por tirar o casaco e passá-lo para as mãos erradas. Em segundos, a carteira desaparece do bolso interior do casaco e só depois disso e devidamente limpo, o casaco é devolvido ao proprietário. A vítima, como é óbvio agradece a ajuda prestada.

Lição: nunca depositar um objecto em mãos estranhas.

2) Um casaco especial

Um dos gestos mais habituais de quem acaba de se sentar num restaurante, é pendurar o casaco nas costas da cadeira. Quem o faz só volta a pensar na peça de vestuário quando o empregado de mesa ou de balcão traz a conta da refeição. É precisamente neste intervalo que o carteirista actua. Por norma, escolhe restaurantes apinhados de clientes e com pouco espaço entre as mesas. O ladrão senta-se de costas para a vítima e pendura, também o casaco na cadeira. Este blusão jé está devidamente preparado para o efeito - os bolsos laterais foram descosidos. Enquanto o vizinho saboreia a refeição, o carteirista introduz as mãos nos bolsos rotos do seu sobretudo, e discretamente, tenta alcançar o casaco da vítima, podendo retirar a carteira, as chaves do carro ou o telemóvel. Se alguém suspeitar de alguma coisa, o meliante alega que não tirou as mãos do seu casaco...

Lição: coloque os objectos de valor em cima da mesa ou verifique com frequência o conteúdo dos bolsos do seu casaco.

3) Turistas acidentais

Imagine-se uma dupla de carteiristas a circular na rua, normalmente nos centros históricos, com um mapa da cidade na mão. De repente, fingem estar confusos e pedem auxílio a um transeunte. Esta artimanha visa as mulheres que transportam uma mala a tiracolo. Os carteiristas pedem, delicadamente, a uma senhora que os ajude a localizar uma rua ou um monumento no mapa. Naquele momento, posicionam-se de modo a que a vítima fique entre os dois. Enquanto um dos larápios bombardeia a senhora com perguntas, e a obriga a olhar directamente para o mapa, o outro tenta, com mãos de mágico, abrir a mala e retirar de lá a carteira. Assim que o consegue, coloca de imediato o pecúlio dentro de um pequeno saco de plástico preto.

Lição: quando alguém a interpelar na rua, posicione a sua mala na parte da frente do corpo, protegendo-a com os braços.

Fonte: Revista Visão  

 

tags:
publicado por RG às 16:19

Um Blog de RG
mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links
pesquisar
 
blogs SAPO